O chá preto é uma infusão bastante estimulante para o organismo do ser humano. É obtido pela fermentação das folhas da Camelia Sinensis.  A variedade que existe de chá preto é possivelmente a mais conhecida no mundo ocidental. O chá preto talvez seja o mais clássico de todos os chás, no entanto o seu consumo e até hábitos foram caindo no seu consumo, em grande parte, devido à fama que se foi criando em volta dos chás vermelhos e verdes.

Tal como em outras variedades de chás, o chá preto é um antioxidante devido à sua alta concentração de polifenóis que atuam como protetores contra os radicais livres, ajudam a lutar contra o envelhecimento e os problemas cardiovasculares. Além disso, tem uma maior quantidade de teína do que o resto dos outros chás e conta entre os seus componentes; zinco, magnésio, cálcio, cromo, ferro e potássio, entre outros.

Entre as suas propriedades mais destacadas é a de ser saciante, antioxidante, tem um baixo teor de calorias e é bom para o estômago. Esta infusão é ideal para diarreia ou gastrite devido à sua habilidade adstringente. É diurético e é ideal para substituí-lo por outras bebidas devido à sensação de saciedade que produz.

Além disso, graças ao seu alto teor de flavonóides, melhora a capacidade de dilatação e contração dos vasos sanguíneos e, portanto, evita acidentes cardiovasculares. Uma das propriedades mais desconhecidas deste tipo de chá é que ajuda na prevenção da cárie dentária. Recomenda-se consumir durante o pequeno almoço pela capacidade estimulante e, entre os seus benefícios não comprovados, são aqueles que ajudam a saúde mental e são um aliado excelente contra a osteoporose.

História e aparecimento do chá preto

No século XVII, um carregamento de chá verde da China para a Inglaterra navegava ao longo de vários meses. O chá verde contido nas adegas, com o calor, o sol e a humidade fermentada durante a viagem dos grandes barcos pelo mar, acabou por dar e assim surgir o chá preto. O que poderia ter resultado numa negociação comercial fracassada foi o início do sucesso de um chá que se tornou conhecido e utilizado como uma das bebidas não alcoólicas, do mundo.

O costume britânico de beber chá às 17 horas começou no século XVIII e tornou-se parte de um pilar fundamental da sua cultura. A importância do chá para os britânicos é tão grande que um dos eventos simbólicos que os colonos americanos fizeram antes do início da Guerra da Independência Americana foi lançar uma carga cheia de chá preto no mar no porto de Boston. Este fato histórico é conhecido como “Boston Tea Party” e simboliza a rejeição da cultura britânica dos colonos americanos.

Fonte da imagem: http://www.history.com/topics/american-revolution/american-revolution-history/pictures/american-revolution-events-and-battles/by-nathaniel-currier-2

[orbital_cluster pages=”28,34,32″ order=”DESC” orderby=”rand” postperpage=”3″]

Processo da fabricação do chá Preto

Os métodos de produção e as variedades deste chá diferem consideravelmente de acordo com a região produtora, mas o processo de fabricação do chá preto sempre inclui quatro etapas básicas:

  • Murchamento
  • Enrolamento
  • Oxidação
  • Secagem

Com o método tradicional, ainda usado em algumas regiões, são obtidas partículas mais espessas. As folhas colhidas espalham-se e podem murchar (as variedades mais refinadas, basta estarem na sombra) até serem suficientemente flexíveis para as enrolar sem quebrá-las.

As folhas, em seguida, emitem uma fragrância frutada que lembra a maçã. Em seguida, a folha é enrolada para libertar os produtos químicos que determinam a cor e o aroma final. Esta operação ainda é realizada manualmente em alguns fabricantes, embora a maioria já use máquinas para esmagar as folhas.

Em seguida, estes pedaços de chá já quebrados, a folha é espalhada em local húmido e fresco por três ou quatro horas para que assim, absorvam o oxigénio que por sua vez causa uma reação química e as folhas adotam tons mais escuros.

Finalmente, as folhas oxidadas são secas para terminar o processo de decomposição natural; as partículas tornam-se pretas e adquirem finalmente o seu aroma característico. Tradicionalmente, a secagem é realizada em grandes recipientes ao ar livre, um método ainda usado em alguns fabricantes chineses. Agora, no entanto, o chá geralmente é passado através de túneis de ar quente ou até mesmo cozido. Com o método TCE (triturar, cortar, enrolar) as folhas são mais desintegradas, o que é ideal para as saquetas de chá porque a infusão é mais rápida e forte. A folha molhada passa através dos rolos de uma máquina de TCE, ou através de um processo de moagem de folhas rotativo. O resto do processo é o mesmo.

O chá Preto pode ser o substituto do café?

Ao contrário de outros chás, como o branco ou o verde, o processo de fermentação do chá preto, que destaca sua cor avermelhada, tem características especiais, uma vez que as folhas são secas sem calor. Geralmente, esta variedade contém mais teína que outros chás com maiores níveis de oxidação. É estimulante, reconfortante e com baixas calorias. O chá preto vem principalmente da China e da Índia e, dependendo da região de produção, recebe um nome ou outro.

Mesmo sendo um tipo de chá estimulante, este pode ser substituto do café perfeitamente. No entanto, cabe a cada pessoa escolher chá preto ou café dependendo dos gostos de cada um por estas bebidas. Agora, se for a pensar na estimulação, então o chá preto deve ser a bebida escolhida. Mas uma vez mais, cabe a cada um de nós escolher a bebida que mais gostamos.

Benefícios do chá preto


O chá preto pode contém as seguintes propriedades:

  • De baixas calorias
  • É estimulante graças às substâncias ativas que atuam diretamente no sistema nervoso central
  • A concentração de polifenóis ajudam a combater o envelhecimento celular e ajuda a reduzir o risco de doenças cardiovasculares
  • Diurético, porque facilita a eliminação de líquidos
  • Astringente
  • Excelente antioxidante, mas em menor quantidade do que o chá branco, ou verde
  • Favorece a oxidação do colesterol HDL o colesterol bom
  • Previne a formação de cáries dentárias.
  • Também é rico em: zinco, cálcio, cromo, magnésio, ferro, potássio, fósforo, flúor e alumínio
  • Etc…

Deve ter em atenção ao beber chá preto

A sua principal contra-indicação é derivada da grande quantidade de teína que o torna relativamente perigoso para as pessoas com pressão arterial elevada, caso em que é mais aconselhável tomar chá branco que tem menos quantidade deste composto. No entanto, em quantidades normais e para pessoas saudáveis ​​não terá mais problemas do que um café e muito menos do que uma Coca-cola.

Nome
O chá Preto
Nome do Artigo:
O chá Preto
Descrição
O chá preto é uma infusão bastante estimulante para o organismo do ser humano. É obtido pela fermentação das folhas da Camelia Sinensis. A variedade que existe de chá preto é possivelmente a mais conhecida no mundo ocidental.